terça-feira, 31 de maio de 2011

Viagens, fotografia, "Antes que o Mundo Acabe" e Pública

  No começo desse mês, eu fui pra São Paulo. E olha, vou dizer pra vocês : É MUITO GRANDE. Mas isso vocês devem saber, né ?
  Bem, em São Paulo SP, tem muita opção gastronômica. Se morasse lá, talvez virava uma bola Wilson da vida. Andei de ônibus por lá, conheci ruas e trajetos pra ficar mais safa em visitas posteriores e comprei umas meias 3/4 trizinhas e uma echarpe com caveiras estampadas (Rock n' Roll). Passeei de carro pelas partes bonitas da cidade, o que encheu meus olhos.Fiquei indignada com o fato de que não tem quase buffet livre barato por lá (UM ABSURDO!), muito chinês por m² falando estranho e muita gente feia.
   Mas eu comecei este post porque lá em São Paulo, comecei a desenvolver um hobbie: a fotografia. Sabe, quando você adquire maturidade, consequentemente adquire junto um olhar mais atento pro que se encontra ao redor. E qualquer coisa eu já pegava o celular (que falta faz uma câmera semiprofissional nessas horas) e interpretava o olhar fotográfico. Daí, a gente saía de carro e eu olhava pra todos os lados pra conseguir captar algo que desse fotos boas.
   Depois, quando me encontrava aqui na minha casa em Porto Alegre, fiz login no Flickr. Flickr é uma rede social em que o objetivo é criar um perfil só de fotos. Você clica em uma foto de um cara lá da Tchecoslováquia (só suposição) como favorita e tá de boa. Você pode olhar as fotos de pessoas do mundo inteiro que são atualizadas a cada instante. Pode procurar por lugares, por temas em comum, por tipos de câmera ( do lado de muitas fotos minhas tem uma breve descrição de qual câmera eu usei pra fotografar).
  Isso me lembrou um livro que eu li na oitava série, chamado " Antes que o Mundo Acabe" . O livro conta a história de Daniel, um adolescente que mora em Porto Alegre. Um dia Daniel recebe uma carta do pai, que ele nunca conheceu. Seu pai também se chamava Daniel. Daniel Pai é fotógrafo e faz parte de um grupo de fotógrafos que fotografa o mundo como ele é antes da globalização em massa acabar com tudo que se pode ver. Em suas cartas, ele conta sobre o que já viu pelas suas andanças no mundo e manda fotos pro Daniel Filho.
 
    " O nosso projeto é isso, Daniel. Fotografar o mundo, antes que o mundo acabe. Assim, um dia, quem sabe, com essas fotos, quando o pessoal cansar de um mundo onde tudo é igual, quem sabe, quando eles quiserem de novo reconstruir as diferenças, então eles vão ter ao menos as nossas fotos, que vão mostrar como o mundo era ."
   
     E nisso a trama se desenrola. Pelas cartas, o jovem conhece mais do mundo que ainda não teve a oportunidade de conhecer pessoalmente. E cria um laço de cumplicidade com seu pai.
     O livro é uma ótima leitura pra quem gosta de coisas relacionadas à fotografia. O livro é (É MESMO) infanto-juvenil, mas vale a pena. O livro teve até uma adaptação cinematográfica. O filme se passa numa cidade no interior ( Fugere Urben, no interior é mais bonito) e a trilha sonora é só com artistas regionais. Mais legal ainda. Tem uma música nos créditos finais que é "lá em Três Coroas" , algo assim ...
     
      Moral da história : fotografia é tentar passar o sentimento por algo que vimos em uma imagem gravada, saia por aí descobrindo lugares e leia o livro "Antes que o Mundo Acabe" . O filme também.
      E deixo aqui o clipe de uma das músicas do filme, da banda Pública. O clipe é muito legal, os caras da banda tudo vestido de mendigo tocando com sucata. Escutem Casa Abandonada e outras deles.


     

      P.S.: Meu amigo Gláuber disse que se eu tirasse minhas fotos com câmera profissional, iam ficar fodas. Só pra constar aqui.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário